Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 4,14 4,14
EURO 4,56 4,56

Às vésperas da Corrida da Justiça, TJTO propõe Rede Esportiva da Justiça de olho na realização de prova nacional

Já consolidada no calendário esportivo do Estado, vem aí, neste sábado (19/10), a quarta edição da Corrida da Justiça, uma realização do Tribunal de Justiça do Tocantins (TJTO), Tribunal Regional Eleitoral (TRE-TO), Ministério Público Estadual e Federal (MPE e MPF), Defensoria Pública do Tocantins (DPE-TO) e Justiça Federal. E foi neste clima de expectativa que, nesta quarta-feira (16/10), o TJTO propôs aos parceiros a criação da Rede Esportiva da Justiça, já vislumbrando, entre outros eventos de maior alcance, a realização da Corrida Nacional da Justiça. “É um projeto que pretendemos ampliar para o âmbito nacional, pois ele integra os órgãos da Justiça à sociedade na realização de atividades esportivas que contribuem para a prevenção de doenças e melhoria da qualidade de vida das pessoas”, afirmou o presidente do TJTO, Helvécio de Brito Maia Neto. “A Corrida da Justiça demonstra o nosso compromisso com a paz social, propondo um vínculo direto com o cidadão e buscando a saúde física e mental”, reforçou o presidente do (TRE-TO), desembargador Eurípedes Lamounier. Já o procurador-geral de Justiça, José Omar de Almeida Júnior, parabenizou a comissão organizadora da corrida e se comprometeu em incluir no orçamento do MPE recursos para apoiar o evento, que conta com patrocínio tanto da iniciativa privada quanto de recursos das instituições parceiras. “Nós, os operadores do Direito, vamos ter uma oportunidade de confraternizar com todos os setores da sociedade e com as instituições”, disse. “A criação da Rede Esportiva da Justiça é extremamente positiva, por isso a Defensoria Pública é parceira e irá contribuir da melhor forma possível”, garantiu o defensor público geral, Fabio Monteiro dos Santos. Atividades A chefe da pisão de Projetos da Diretoria de Gestão de Pessoas do TJTO e membro da equipe organizadora da Corrida da Justiça, Leila Maia Bezerra, explicou que a proposta é a realização de outras duas atividades durante o ano para motivar as pessoas para a prática constante de exercícios físicos, bem como mobilizar toda a comunidade para a corrida nacional. “A primeira atividade é a caminhada pela saúde mental, em alusão à campanha Janeiro Branco que tem o objetivo de colocar em evidência os assuntos relacionados à saúde mental. A segunda é a pedalada pela sustentabilidade, promovendo ações voltadas à sustentabilidade, para envolver mais pessoas, principalmente quem está impossibilitado de realizar atividades físicas mais intensas como a corrida”, explicou. Também participaram da reunião o procurador regional eleitoral, Álvaro Manzano, representando o Ministério Público Federal no Tocantins, e Janner Augusto Noleto Mendonça, integrante da comissão organizadora da Corrida da Justiça e representante da Justiça Federal.
16/10/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia