Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 4,18 4,18
EURO 4,62 4,62

Na abertura da Semana Nacional da Conciliação, presidente do TJTO diz que cultura da paz deve ser disseminada

“Precisamos disseminar a cultura da paz, pois a conciliação diminui o tempo de tramitação dos processos”, avaliou o presidente do Tribunal de Justiça do Tocantins, Helvécio de Brito de Maia Neto, durante visita às audiências de conciliação, na sede do Tribunal e no Fórum de Palmas, durante esta segunda-feira (4/11), no primeiro dia da Semana Nacional de Conciliação, que também acontece nas 41 comarcas do Estado. As pessoas que estão participando das audiências de 2º grau já foram agendadas e as partes intimadas. No entanto, aquela pessoa que estiver na fase pré-processual, pode agendar atendimento e participar da conciliação sem a necessidade de advogado ou de um defensor público, caso assim desejar. O agendamento poderá ser feito em qualquer um dos Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc), localizados nos fóruns das comarcas. O juiz coordenador do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec), Manuel de Faria Reis Neto, observou que, durante esta manhã, duas empresas já se anteciparam e compareceram às audiências com uma proposta formulada para tentar um acordo. “Vemos com bons olhos essa iniciativa por parte das empresas, porque assim já nos ajuda a agilizar a conciliação”, ressaltou. “O Poder Judiciário tocantinense tem investido em mediação, pois essa uma tendência mundial, já que reduz despesas com custos, além de agilizar o processo e evitar que ele se arraste por anos”, explicou a coordenadora do  Cejusc de 2º Grau, desembargadora Ângela Prudente. Durante a conciliação, a representante de uma instituição bancária, Camila Rosa, elogiou a iniciativa da semana de conciliação e contou que tem mais algumas audiências com outros ex-clientes do banco. “A cultura da conciliação e do acordo beneficia todas as partes”, disse. O mecânico e representante comercial Antenor Rosa também aproveitou para tentar negociar com a empresa propondo um acordo. “Até para poupar tempo”, contou. Semana A Semana Nacional de Conciliação teve início nesta segunda-feira (4/11) e seguirá até a próxima sexta-feira (8/11). A expectativa é de superar as 5.549 pessoas atendidas ano passado, dentro da Política Judiciária Nacional de tratamento adequado de conflitos. Além dos magistrados, o Judiciário tocantinense terá conciliadores/mediadores, servidores e estagiários participando do evento, que contará ainda com a presença de advogados e defensores públicos. Texto: Gabriela Fotos: Rondinelli Ribeiro  
04/11/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia