Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,83 3,83
EURO 4,36 4,36

Poder Judiciário centraliza sistema operacional e aprimora prestação dos serviços de TI

O Poder Judiciário conta, a partir de agora, com um Servidor Centralizado de Sistemas Operacionais e permitirá o aprimoramento do serviço de Tecnologia da Informação prestado em todo o estado por meio do trabalho remoto. Taguatinga foi a primeira comarca a receber os equipamentos necessários para implantação do projeto FOG. A novidade permitirá o melhor gerenciamento da estrutura de máquinas pelo setor de Divisão de Manutenção e Suporte ao Usuário (DMSU) e Service Desk. Implementado com o apoio da Divisão de Administração e Segurança de Redes (DASR), o servidor centralizado vai permitir que o tempo de atendimento de reparo e manutenção nas 42 comarcas reduza drasticamente, uma vez que o técnico responsável poderá fazer o atendimento remotamente. Economia de tempo e recursos, já que muitos serviços dependem de deslocamento para outras comarcas e, nestes casos, há gastos com diárias para motorista e técnico, combustível e manutenção do veículo. Ao promover uma prestação de serviços mais ágil, o departamento responsável também prestará um atendimento mais eficaz. O gerenciamento disponibilizará informações das máquinas e estado de “saúde” do hardware, passando assim a fazer uma manutenção preventiva ao invés de corretiva. Neste sentido, o atendimento nas comarcas poderá ser planejado com uma incursão uma vez ao ano para uma manutenção preventiva. Etapas A primeira etapa do projeto foi a instalação de um servidor centralizado (FOG Master), que já está atendendo ao Tribunal de Justiça, Corregedoria Geral da Justiça, Fórum de Palmas, Esmat e Anexos. Com esse servidor centralizado e uma interface web de fácil acesso à área técnica, o projeto disponibiliza, além do gerenciamento dos ativos, algumas ferramentas de solução como checagem de disco, memória e inventário do hardware. A segunda etapa constitui na implantação de um servidor FOG Storage nas comarcas para a manutenção dos computadores em rede local, evitando assim o consumo de link de internet e indo ao encontro das melhores práticas de gerenciamento e manutenção dos ativos de TI. Taguatinga foi a primeira comarca a receber essa nova solução. Cabe ressaltar que essa solução é Open Source (Código Aberto) e não gerou custos para o Poder Judiciário do Estado do Tocantins.
10/12/2018 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia