Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 4,14 4,14
EURO 4,56 4,56

Representantes do TJTO participam de Encontro Nacional da Justiça Estadual na Bahia

Subsidiar os Tribunais para a correta tomada de decisão em tempos difíceis. Assim a diretora do Planejamento Estratégico do TJSP e coordenadora Nacional dos Tribunais de Justiça na Rede de Governança, Carmem Giadans Corbillon, definiu o intuito do VI Encontro Nacional da Justiça Estadual da Rede de Governança Colaborativa do Poder Judiciário. O evento ocorreu nesta sexta-feira (18/10), no auditório do Tribunal de Justiça da Bahia, e contou com a participação da juíza auxiliar da Presidência, Rosa Maria Gazire Rossi, o coordenador de gestão Estratégica, Walson Brito da Silva, e o assessor de projetos da coordenadoria de Gestão Estratégica, João Ornato Benigno Brito. A juíza tocantinense ressaltou a relevância do encontro para o compartilhamento das boas práticas e troca de experiências, elencando pontos como o combate às demandas repetitivas e predatórias, o aumento de produtividade com qualidade de vida, humanização do processo judicial, dentre outras. “Oportunidade ímpar dos 24 Tribunais de Justiça presentes de construir o melhor caminho a seguir como estratégia, em observância as peculiaridades locais e respeito a cidadania”, afirmou. As atividades do dia iniciaram com a palestra “O Desafio da Justiça do Novo Tempo – 3º Ciclo da Estratégia Nacional”, ministrada pela juíza do TJBA Cristiane Menezes Santos Barreto. A programação seguiu com a participação do Tocantins, subcoordenador da região Norte, por meio da apresentação do Painel “Desafios a Enfrentar Diante das Demandas, Recursos Humanos e Orçamentários”, conduzido pelo servidor Ornato Benigno do TJTO. Já o painel apresentado pelo TJSP, atual coordenador da Justiça Estadual, abordou os “Impactos dos Macrodesafios na Justiça Estadual Brasileira”. O terceiro e último Painel ficou por conta do anfitrião. O TJBA, subcoordenador da região Nordeste, falou sobre “Inovação diante dos desafios”. A programação matutina foi encerrada com discussões em grupo. A Rede de Governança Colaborativa do Poder Judiciário foi criada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), por meio da Portaria nº 138/2013, com competência para propor as diretrizes nacionais, impulsionar sua implementação, monitorar e pulgar os resultados. Sua composição inclui um Comitê Gestor Nacional, Comitês Gestores dos Segmentos de Justiça e Subcomitês Gestores.      
18/10/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia